controle de estoqueO estoque de uma empresa é dinheiro guardado, por isso, deve ser muito bem cuidado.

O estoque é muito importante para que a empresa consiga atender de imediato seus clientes e manter a qualidade do  atendimento, mas ter um estoque não é uma tarefa tão simples, ela exige algumas responsabilidades.

Os produtos nunca podem faltar, mas também não pode ter em excesso, se não o que seria lucro pode acabar se tornando um grande prejuízo, por isso, é essencial ter um bom controle de estoque.

O que é Controle de Estoque?

O Controle de Estoque é uma das partes administrativas mais importante da empresa, é através dele que você apura o movimento de saída e de entrada de mercadorias e matérias-primas, tendo assim informações precisas sobre o que o mercado demanda do seu produto, por ele é possível ver o quanto a empresa irá precisar comprar/produzir, podendo ver também informações sobre as vendas.

Ter um bom controle de estoque é saber exatamente a quantidade correta de produtos que a empresa possui para que assim as vendas possam fluir corretamente e atender toda sua demanda, sem ter prejuízos.

Pode parecer óbvio, mas muitos gestores ainda não sabem controlar de maneira correta e muitas vezes acabam tendo Ruptura de Estoque.

O que é Ruptura de Estoque?

A ruptura de estoque é a falta de um produto no momento da venda para o consumidor. Ou seja,é aquela situação do cliente ir até a sua loja para comprar algo específico e no local perceber que o produto não tem disponibilidade no seu estabelecimento.

Essa ruptura pode representar uma queda de até 10% das vendas da empresa, e esse é o principal motivo para que 32% dos consumidores comprem em outra loja.

Quais as principais causas da Ruptura de Estoque? 

Mesmo que se saiba do problema de ruptura nas gôndolas, muitas vezes não identifica-se os reais motivos desses acontecimentos. Por isso, elencamos as causas mais comuns.

  1. Definir primeiramente o volume de compras faz com que a equipe comercial deixe de considerar estoque de cobertura para categorias em que há maior demora na entrega dos fornecedores.
  2. Compradores calculam o pedido apenas com base no histórico as vendas, ignorando a ruptura já enfrentada pelo item. Por isso, não entra na conta o que deixou de ser vendido, provocando nova ruptura.
  3. O departamento de compras, muitas vezes, não dispõe de dados para avaliar o impacto de promoções no giro de uma marca. Se o preço da marca líder cai muito, há uma migração de consumo dos itens concorrentes para ela. Com isso, há aumento de vendas na principal marca e queda nas demais, o que deixa de ser considerado ao pedir novamente.
  4. Concentração de compras no fim do mês. Ainda é comum redes de varejo aguardarem esse período na expectativa de que os vendedores da indústria ofereçam condições melhores no desespero para suas metas.
  5. Trabalhar com reposição automática sem ter um sistema eficiente de sincronização de dados. Sem isso, varejo e indústria enxergam informações diferentes, o que retarda o disparo de novos pedidos de compras.
  6. Falta de um sistema integrado de gestão que sincronize dados de todos os setores do supermercado: frente de loja, estoque das filiais e dos centros de distribuições, compras, recebimento, etc.
  7. Inexistência de processos para identificar divergências do estoque físico com aquele que consta no sistema do supermercado.
  8. Atrasos na entrega do fornecedor para o supermercado ou envio de pedido incompleto ou errado.
  9. Demora do CD da rede para encaminhar os produtos às lojas. Quando isso ocorre, é comum a prateleira onde estava o item em falta ser ocupada por outras mercadorias.
  10. Excesso de SKUs no sortimento dificulta a gestão pelo comprador, que não consegue acompanhar todos os itens que estão sob sua responsabilidade.
Como evitar as Rupturas?
  • Criar um estoque e fazer o cadastro revisado de todos os produtos existentes na loja.
  • Nunca fazer divulgação de um produto em falta.
  • Alinhar todos os prazos de entrega com os fornecedores.
  • Melhorar as rotinas de abastecimento conforme o fluxo de vendas na loja.
  • Criar relatórios de antecipação da falta de produtos.
  •  Criar um plano B para a falta de algum insumo.
  • Tomar cuidado com as promoções.

Vantagens de ter um bom Controle de Estoque

Além das vantagens já citadas no texto, podemos afirmar que com um bom controle de estoque, o espaço físico pode ser melhor aproveitado, com itens mais organizados e de mais fácil identificação. Com um sistema de gestão, você  possui outras vantagens, como:

Excelência no atendimento ao cliente: Independente da área que sua empresa atue, é essencial que você consiga atender às necessidades de seus clientes sempre, para que não o perca para seu concorrente. Com o Sistema Albatroz, no módulo de controle de estoque, é possível saber exatamente quais são os itens do estoque que estão abaixo do ponto minimo, assim sabendo quando e o que comprar para não faltar na hora da entrega ao cliente, assim evitando a ruptura de estoque.

Não há desperdício de recursos: Ter produtos em falta no estoque não é nada bom, mas ter em excesso também é um problema e pode causar um prejuízo grande, ainda mais quando se trata de produtos com data de validade curta. Assim, uma boa gestão de estoque é essencial, evitando compras desnecessárias e desperdícios.

Oportunidades para promoções: Como citado no item acima, ter produtos estocados em excesso é um problema, mas com um sistema de gestão, como o Albatroz, você pode ver a hora certa de lançar alguma promoção, já que com o sistema você pode acompanhar as datas de validade dos produtos estocados.

Como fazer o Controle de Estoque?

Para um bom controle, primeiro é preciso ter um bom planejamento do estoque, quais produtos são mais vantajosos de serem estocados, por exemplo. É preciso levar em consideração a demanda do produto, o tempo que o fornecedor entrega e alguns outros fatores.

É possível fazer o controle de estoque de várias maneiras, desde um caderninho, até um sistema completo, dependendo da sua necessidade. O importante é ter um sistema de comunicação interna, sendo assim, recomendamos que utilize um sistema de gestão para melhor controle do estoque.

Nós recomendamos o Sistema Albatroz, que é um software de gestão administrativa e automação comercial ERP/CRM, com mais de 15 módulos integrados, possibilitando um controle total sobre as ações de sua empresa.

O  nosso sistema oferece relatórios que ajudam a definir o que comprar e também o que colocar em promoção, por meio da Curva ABC de faturamento por produto, que mostra quais são os produtos que mais vendem e que não podem faltar na sua empresa e também oferece relatório do Itens que não vendem a mais de 30 ou 60 dias por exemplo.

O Sistema Albatroz ERP / CRM é hoje um dos mais completos e com um melhor custo/benefício no mercado. Não perca seu tempo, entre em contato com a Gerencial Informática e peça um orçamento SEM COMPROMISSO!

telefone: (67) 3316-0200

WhatsApp: (67) 98119-0011

E-mail: francisco@gerencialinfo.com.br / marketing@gerencialinfo.com.br

VEJA TAMBÉM: Fluxo de Caixa: Por que é essencial para a sua empresa?

Fonte: Sebrae

Controle de Estoque: Qual a sua importância?
Classificado como:

Deixe uma resposta