malwares

Malwares e Vírus: Faz tempo que existem. E as pessoas que se dedicam ao crime digital nem sempre buscavam a mesma coisa. Saiba como não se tornar mais uma vítima.

Malwares: De tempos em tempos, detectamos um aumento das ameaças ligadas a fraudes por email (ou phishing) que utilizam táticas de engenharia social para levar as vítimas a executar programas infectados. A mesma coisa acontece com mensagens do WhatsApp e outros aplicativos populares.

A entrega de ofertas de chocolate pela Páscoa e, daqui a uns dias, pelo Dia das Mães. Tudo é ocasião para que um usuário desatento clique em um link e… pronto! Forneça informações pessoais ou financeiras aos malwares. Mas por que existem malwares e vírus?

Como os criadores de malware ganham dinheiro

Já foi o tempo em que os criadores de malwares e vírus faziam isso por desafio ou hobby. Atualmente, os malwares são criados quase que exclusivamente por motivos financeiros. Na prática, eles podem ser transformados em dinheiro quando:

  1. As credenciais de login são vendidas no mercado negro. Como eles sabem que as pessoas não aprendem e usam a mesma senha em todos os seus serviços na internet, vender o par email/senha continua sendo muito lucrativo.
  2. Programas desatualizados e outras falhas permitem que os cibercriminosos invadam o computador para roubar senhas, dados pessoais e bancários
  3. Arquivos são sequestrados (criptografados) e exigem o pagamento de um resgate: os ransomwares
  4. Propagandas redirecionam as pessoas para sites falsos (malvertising) que podem roubar seus dados ou minerar criptomoedas sem o seu consentimento
  5. Suas fotos e vídeos são roubados e vendidos para a criação de perfis falsos nas redes sociais, pior se isso acontece com crianças que enfrentam processos e discriminação por algo que nunca fizeram
  6. A mesma coisa acontece quando, para evitar o vazamento de fotos, vídeos e outros dados pessoais, a vítima sofre extorsão: é o sextorsing ou doxing. Precisam decidir se perdem seu dinheiro ou sua intimidade
  7. Além de todas essas formas de lucrar financeiramente, pode haver casos de ações ideológicas ligadas a governos e seus interesses, desestabilizando outros países ou mercados específicos.
Como se manter longe dessas fraudes?
  1. Mantenha o seu antivírus sempre ligado e atualizado. Os Módulos Comportamento e Ransomware do Avast protegem você contra as novas e desconhecidas ameaças
  2. Corrija e atualize sempre os seus programas: os fabricantes de software atualizam continuamente seus produtos para eliminar vulnerabilidades e aumentar a segurança. Certifique-se de que todos os aplicativos e o seu sistema operacional em seu computador estejam se atualizando automaticamente
  3. Nunca abra emails ou anexos desconhecidos ou que você não solicitou, mesmo se for de alguém conhecido, mas que contenha um anexo estranho ou inesperado, não abra!
  4. Use senhas fortes e troque-as quando houver um vazamento. Tudo pode ficar mais fácil se você baixar a versão gratuita do Avast Senhas
  5. Use a autenticação por 2 fatores sempre que estiver disponível em sites e serviços
  6. Cuidado com a pirataria! Produtos pagos não são oferecidos gratuitamente por terceiros. Procure sempre os sites oficiais. O mesmo vale para as lojas de aplicativos: dê preferência às oficiais, que possuem mais mecanismos de segurança e proteção
  7. Faça backup dos seus arquivos e dados: backup é sinônimo de tranquilidade. Que tal ganhar o hábito de fazer backup regularmente? Há muitos métodos tanto para o seu computador quanto para o seu celular

A Gerencial Informática é revendedora autorizada AVAST BUSINESS.

Fonte: Avast 

Malwares: Para que são criados? O que ganham com isso?
Classificado como:

Deixe uma resposta